pés dos caminhoneiros

Banco de imagem Unsplash/by Nino Liverani

Assim como acontece em várias outras profissões, os motoristas de caminhão também sofrem com problemas de postura, má alimentação, movimentos repetitivos, falta de atividades físicas, obesidade, hipertensão e tantos outros fatores. Logo, manter os cuidados com a saúde em dia é fundamental para uma carreira longa e proveitosa.

Um problema real: os pés dos caminhoneiros

Ao dirigir por horas seguidas, mantendo sempre a mesma posição e com a utilização de sapatos, às vezes, impróprios para os pés dos caminhoneiros, muitos problemas de saúde podem surgir para o profissional das estradas, já que a sua postura e a sua rotina são aspectos profissionais que influenciam, negativamente, em alguns casos, o bem-estar dos motoristas.

Dentre os problemas de saúde, é possível mencionar, por exemplo, a faciste plantar, doença relacionada ao esporão calcâneo, um osso do pé e que dá suporte para parte do peso corporal, sendo que, nesse caso, vê-se deformação desse osso e dores no corpo. Além disso, problemas nos pés podem ocasionar dores nas costas e nos joelhos.

A escolha dos sapatos

Se os pés dão a sustentação para o corpo, dividindo e distribuindo o peso do indivíduo, a escolha dos sapatos é, portanto, fundamental para a saúde do sujeito. O uso de sapatos flexíveis, como tênis, por exemplo, sobrecarrega os pés e faz com que a musculatura precise trabalhar mais, o que acentuará o desgaste do membro.

Desse modo, o uso de sapatos rígidos, como tênis de montanhismo e tracking, é mais benéfico para os pés, já que possuem um bom acolchoamento interno, o que garante conforto para o caminhoneiro, e são, ainda, rígidos, o que dá mais firmeza para o pé e evita o gasto desnecessário de energia.

Dicas para evitar problemas nos pés

  • Busque usar sapatos adequados para dirigir.
  • O uso de sapatos rígidos, mas, parcialmente, flexíveis é ideal, uma vez que os pés adotam uma postura mais firma, sem perder, no entanto, o conforto.
  • Sempre que possível, retire os calçados e deixe os pés confortáveis no momento de descanso.
  • Nas paradas de descanso, faça alongamentos e busque melhorar a circulação dos seus pés. Para os exercícios dê prioridade para o alongamento da panturrilha e do tendão de Aquiles.

Os calçados e a direção

Embora haja muitos tipos de calçados, alguns não são permitidos para o momento de direção e outros são adequados apenas para períodos específicos. Logo, dirigir de chinelo, por exemplo, é uma infração de trânsito, sendo, portanto, proibido para a prática da direção, uma vez que eles não dão firmeza para o acionamento dos pedais. Isto posto, é necessário dizer que os chinelos devem ser usados, sem moderação, nos momentos de descanso, já que os pés precisam ficar confortáveis, com uma boa circulação de sangue e com um bom alongamento, o que é possível com calçados mais leves e soltos. Além disso, saltos altos não são calçados ideias para a direção das mulheres e sapatos sociais devem ser usados apenas no momento certo, visto que não é um tipo de calçado adequado para dirigir durante todo o dia.

Portanto, como se não bastasse os problemas de alimentação inadequada e, consequentemente, os riscos coronários e de hipertensão, por exemplo, os cuidados com a saúde vão além dos mencionados comumente pelas pessoas. Ter atenção aos pés dos caminhoneiros é, dessa forma, essencial, tanto para uma direção mais segura, quanto para a manutenção de uma qualidade de vida ao volante.

 

Compartilhe este texto com seus amigos!