O futuro chegou e as novas tecnologias continuam nos surpreendendo. Ainda não temos, como pensávamos há alguns anos, carros voadores e passagens para o espaço, mas já inovamos bastante e temos, hoje, veículos autônomos. Já pensou em ir para vários lugares e não precisar dirigir? Ou melhor, já pensou em ter as suas entregas sendo feitas por caminhões sem motorista? Então, conheça o caminhão autônomo da Uber.

Em 2016, a Uber comprou uma startup de caminhões autônomos, a Otto, dando, assim, prosseguimento ao projeto de caminhões que dirigiam sozinhos. Inicialmente, em trechos urbanos, ainda era necessário a presença de um motorista, mas, na estrada, o veículo fazia o trajeto sem o auxílio humano, uma vez que ele entendia a presença de um carro na frente, ou atrás, podendo acelerar ou diminuir a velocidade.

Benefícios do caminhão autônomo

A princípio, pode-se pensar em possíveis pequenos benefícios que seriam trazidos pelo uso dos caminhões autônomos. São eles:

  • Funcionamento por 24 horas por dia, sem interrupção, uma vez que o serviço autônomo permite que o veículo se desloque sem a interferência de um motorista, que, no entanto, estará presente na cabine para corrigir e evitar emergências.
  • Despesas de frete e deslocamento mais baixos.
  • Menor custo das mercadorias.
  • Redução da poluição.
  • Diminuição dos acidentes.
  • Eficiência dos processos de entregas de mercadoria.

Como funciona?

Na prática, para o funcionamento do serviço de transporte de carga, o processo era feito pelo aplicativo “Uber Freight”, que conectava os motoristas da carga e da Uber. Assim, na sequência, um caminhão convencional levava a carga para a estação de transferência, onde o caminhão autônomo da Uber aguardava o carregamento e, posteriormente, tornava-se responsável por levá-la até o destino final, retornando, em seguida, para a estação inicial.

Ressalta-se, também, que apesar do serviço autônomo, a presença de um motorista é fundamental e obrigatória, uma vez que um veículo autônomo ainda não é capaz de tomar todas as atitudes necessárias no trânsito, isto é, ele não dirige 100% sozinho e, por isso, um motorista torna-se um elemento fundamental para corrigir algum problema, caso haja alguma emergência no trajeto.

No entanto, apesar das várias vantagens e benefícios dos caminhões autônomos, conforme apontavam os analistas, infelizmente, a Uber, em 2018, encerrou o projeto, já que ela considera mais importante dar prosseguimento aos carros autônomos – também uma tecnologia bem relevante para o nosso dia a dia.

Ainda em teste…

Assim, ao retomar os testes dos carros, foi encerrado o projeto dos caminhões, o que nos deixa tristes, mas, ao mesmo tempo, sabemos que a tecnologia existe e é uma questão de tempo para que ela se torne acessível e real para todos.

Desse modo, o caminhão autônomo da Uber virá, provavelmente, após o sucesso das aplicações autônomas para veículos de passageiros. A tecnologia continuará evoluindo e, possivelmente, em breve, teremos novidades relacionadas aos aplicativos de transporte, sendo, portanto, o caráter autônomo, provavelmente, um elemento delineador desse novo processo de transporte de carga, diminuindo custos e melhorando a eficiência no deslocamento de mercadorias.

Compartilhe este texto com seus amigos!